Vacinação na Terceira Idade

A vacinação do idoso, apesar de extremamente importante, é um assunto pouco discutido nas consultas médicas. Além das vacinas recomendadas em campanhas, como a da gripe, é preciso discutir com o profissional se há indicação de outras vacinas previstas no calendário vacinal do idoso. A exemplo da vacina contra a bactéria pneumococo (principal causadora de pneumonia em adultos), contra a hepatite B e contra a febre amarela.

Algumas vacinas precisam ser discutidas de forma individualizada com o médico pelo risco de efeitos colaterais, sobretudo em idosos mais frágeis, que possuem muitas doenças e tomam muito medicamentos.

As alterações imunológicas associadas ao envelhecimento relacionam-se à diminuição da capacidade de resposta do indivíduo idoso diante de uma infecção. Por isso, observamos maior risco de adquirir doenças infecciosas e pior evolução dos quadros infecciosos, com maiores taxas de hospitalizações e morbimortalidade.

Um dos principais objetivos do especialista da saúde da terceira idade deve ser a promoção do envelhecimento bem-sucedido. E a vacinação é parte fundamental do programa de prevenção e promoção à saúde do idoso.

A investigação do histórico de vacinação faz parte da avaliação geriátrica. Todo idoso deve ser questionado periodicamente sobre sua situação vacinal e estimulado a atualizar suas vacinas.

Principais objetivos da vacinação no Idoso
> Evitar a ocorrência de doenças infecciosas
> Diminuir a morbimortalidade das doenças infecciosas
> Diminuir a descompensação de doenças crônicas desencadeadas por doenças infecciosas
> Contribuir para um envelhecimento saudável

Um exemplo disso é a vacina contra a influenza ou gripe, que é uma doença infecciosa aguda do trato respiratório, altamente contagiosa, causada por um vírus. No Brasil, as vacinas disponíveis são constituídas por vírus inativados e fragmentados, portanto, sem risco de infectar o paciente.

A prevenção é o melhor caminho!

Dra. Juliana Melo Fortes
Geriatra da SENSUMED Oncologia
Residência Médica em Geriatria pelo Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).
Membro titular da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG)
CRM 9728| RQE 3835

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *